A história da grande catástrofe nuclear: Chernobyl

Na madrugada do dia 26 de abril de 1986 acontecia o grande desastre nuclear, a explosão do reator número 4 da usina de Chernobyl. Essa explosão foi resultado de um teste de segurança não sucedido fazendo com que o núcleo do reator ficasse aberto por dias com o seu material radioativo exposto, resultando em uma grande exposição aos moradores das cidades próximas

Quando a explosão aconteceu, ninguém entendeu direito o que causou a explosão e o que iria vir a acontecer. Os trabalhadores da usina começaram a se sentir mal e logo em seguida a morrerem por conta da quantidade de radiação recebida. Os primeiros bombeiros e policiais a chegarem ao local também faleceram dias depois. O número de pessoas mortas pela catástrofe ainda é inconclusivo já que o antigo governo soviético tentou a todo o custo esconder o desastre.

Dias após o ocorrido, as autoridades resolveram evacuar as pressas as cidades próximas sem dar explicações para a população. Muitas pessoas não conseguiram pegar seus pertences e tiveram que ir embora apenas com a roupa do corpo. Alguns moradores se recusaram a deixar as suas casas e continuaram vivendo normalmente lá mesmo após saber do risco.

Ciente das consequências que esse desastre estava trazendo, o governo decidiu fazer um sarcófago para evitar que o material radioativo continuasse exposto. Ao longo dos anos esse sarcófago foi sofrendo alterações estruturais externas para evitar a exposição, já que internamente não é possível fazer nada por conta da radiação.

No momento em que isso aconteceu, a Rússia ainda era um país comunista e por isso mantinha todas as suas notícias apenas para eles mesmos e não para o mundo todo. A informação do acidente só foi divulgada porque a radiação estava descontrolada e chegando em território europeu.

Em maio de 2019, a HBO lançou uma minissérie sobre o desastre intitulada Chernobyl que conta a história do momento da explosão aos resultados ocasionados pela mesma. A obra foi aclamada pela crítica e também recebeu indicações ao Emmy Awards. Confira o trailer.

Empiricus lança vídeo de revisão de marca em que Bettina pede desculpas

Novo vídeo de revisão de marca, Bettina pede desculpas pela repercussão do primeiro anúncio que ela protagonizou em março deste ano. A Empiricus também aproveita a oportunidade e fala sobre a evolução de seu setor de compliance. Acompanhe!

Em março de 2019, Bettina Rudolph ficou conhecida por afirmar em um comercial da Empiricus que teria transformado mil reais em 1 milhão de reais em três anos, levando em consideração apenas os conselhos financeiros da empresa.

Na época, o vídeo viralizou na internet e levou a sanções de órgãos reguladores como o Procon, que aplicou uma multa. Além disso, o Conar (Conselho Nacional de Auto Regulação Publicitária) pediu que o anúncio fosse retirado do ar e a CVM Comissão de Valores Mobiliários definiu regras para a publicidade veiculada pelos veículos de análise financeira.

Seis meses depois Bettina volta a protagonizar um novo infomercial da Empiricus, só que agora ela pede desculpas pelos equívocos da primeira campanha. No novo vídeo, a copywriter se apresenta e afirma que o primeiro anúncio pode ter transmitido uma mensagem equivocada, ou recado distorcido, de que seu patrimônio evoluiu rapidamente ou de forma fácil, o que não é verdade.

De acordo com a profissional não ficou claro que foram feitos novos aportes além do investimento inicial de mil reais. Logo em seguida ela pede sinceras desculpas, seguida de outros colaboradores da empresa. Também pede uma segunda chance, para que o espectador possa conhecer realmente quem é Bettina e a Empiricus.

No comercial, Bettina afirma que a empresa não ganhou nada com aquela exposição, visto que se tratava de apresentar um curso gratuito. Também diz que o motivo para esperar tanto tempo um pedido de retratação foi pelo fato da companhia ainda não estar preparada, assim seriam desculpas vagas.

Compliance

A campanha também mostra os esforços da empresa para desenvolver seu departamento de compliance. Dessa forma, houve maior avanço na rigidez de seus processos, bem como a contratação de profissionais ainda mais técnicos para compor a equipe. O intuito é reforçar seu compliance, o que acabou fazendo dele uma referência para o mercado editorial do país.

O departamento de compliance tem o intuito de assegurar que os processos da empresas cumprem com os requisitos dos órgãos de regulamentação, bem como a legislação o qual o negócio está inserido. Um dos pontos de destaque foi a criação de alertas nos relatórios e anúncios da empresa, que agora trazem mensagens de que ganhos passados não garantem retornos futuros, uma das orientações da CVM.

A campanha demonstra o interesse da Empiricus em se aproximar das entidades reguladoras brasileiras, em especial a CVM, com quem a empresa teve atritos no passado. Seu posicionamento era que o órgão não tinha poder de fiscalização sobre a empresa, tendo em vista que se tratava de um veículo de comunicação e não uma casa de análise.

Como escrever um script para um vídeo de marketing

É necessário um script para o vídeo. Ele organiza informações sobre sua empresa e torna sua mensagem mais convincente. Mas escrever um script é uma tarefa extraordinária, não apenas para iniciantes, mas também para profissionais de marketing.

O que é um script para um vídeo? Um script para vídeo é um arquivo de texto que contém diretrizes para os participantes e instruções de gravação, incluindo efeitos sonoros, informações e notícias visuais e de áudio. Se compararmos a produção de vídeo com o movimento do trem, o cenário é o caminho ao longo do qual o trem se move.

Por que escrever um script para um vídeo? Você não pode apenas improvisar? É possível, mas as chances de seu vídeo maximizar seu potencial são muito pequenas. O script garante que você apresente tudo o que planejou de maneira concisa e eficiente. Sem um script, sua mensagem será desorganizada e pouco convincente. Além disso, você terá que fazer muito mais trabalho editando pausas estranhas e editando o vídeo para que o significado da mensagem não seja perdido. O visualizador moderno tem uma concentração limitada de atenção; portanto, você não pode gastar tempo criando conteúdo mal planejado.

Como escrever um script para um vídeo – Resumo – Um resumo é um documento simples que responde a perguntas: Qual é o tópico do vídeo? Qual é o objetivo do vídeo? Quem são os espectadores? O que os espectadores precisam saber assistindo ao vídeo? As respostas a essas perguntas direcionarão você para a direção certa.

Planejar – O plano é os principais elementos do script. Existem muitas opções diferentes para fazer um plano, mas a estrutura tradicional do subitem funciona bem. É importante que esse plano permita visualizar rapidamente a lista e entender se sua mensagem é lógica ou se você perdeu algo importante. É necessário selecionar não mais que 3-5 pontos principais, caso contrário corre o risco de sobrecarregar o visualizador com muita informação.

Diálogo – Depois de concluir seu plano, transforme os subitens realçados em frases completas de diálogo simples. É importante pensar com antecedência no seu discurso. Encontre um compromisso entre como você fala e como seu público fala. Não sabe como? Descubra o que eles estão comprando, vá para as páginas de venda desses produtos e leia os comentários na seção “Revisões do cliente”.

Xiaomi lança Redmi Note 10

Após rumores e notícias, a Xiaomi finalmente oficializou o lançamento do MiCC9 Pro (nome na China) e Redmi Note 2 para fora da China. O destaque do smartphone é seu sistema de cinco câmeras traseiras, com resolução de até 108 megapixels.

Configuração

O processador é o Snapdragon 730G, octa core, com velocidade que chega a 2.2 GHz. A tela de 6,46 polegadas conta com sistema Super Amoled e resolução Full HD+, com proporção de 19.5:9.

A bateria é outro destaque apresentando 5.260 mAh, compatível com sistema de carregamento rápido, assim em pouco mais de 30 minutos é possível carregar 58% da sua capacidade e 100% em pouco mais de uma hora. O sistema operacional é o MIUI 11, com base no Android Pie 9.

Sistema de câmeras

O ponto alto do Xiaomi Redmi Note 10 é o sistema de câmeras quíntuplas na parte traseira e a câmera frontal de 32 MP e abertura de F/2.0. Nas câmeras traseiras, o sensor de 108 MP utiliza o modelo Samsung ISOCELL Bright HMX, desenvolvido em parceira entre as duas empresas.

O conjunto de lentes conta com uma lente telefoto com OIS. Com ele, o usuário opta por um zoom óptico de 5x ou zoom digital de 50x. Além dele, o smartphone conta com lente ultra grande angular com sensor de 20 MP e lente macro para fotografar objetos pequenos com tamanho entre 2 a 10 cm. De acordo com a Xiaomi, a câmera consegue uma aproximação de 1,5 cm do objeto fotografado, a mais próxima já alcançada por um celular.

A quinta câmera tem a função de registrar imagens no modo retrato. Ela possui 12 MP e zoom óptico de 2x a 5x, dependendo do modo utilizado, o que permite uma distância focal de 50mm. O Xiaomi Mi CC9 Pro / Redmi Note 10 deve começar a ser vendido nos próximos dias no sistema de pré-vendas, inicialmente na China nos canais de vendas oficiais da Xiaomi. Ele estará disponível em três versões: de 6GB de memória RAM e capacidade de armazenamento de 256 GB (US$ 400, algo próximo de R$ 1,6 mil); de 8GB de memória RAM e 256GB de espaço por US$ 440 (R$ 1.762) e a versão Premium com lente com abertura de F / 1.7 8P no valor de US$ 500 (R$ 2 mil).

Processos de negócios em automação de marketing

Você criou um conteúdo / produto e precisa colocar sua oferta em algum lugar? Algum lugar na Internet onde o usuário pode “olhar para você”? A opção mais fácil é uma página de destino ou uma página nas redes sociais. Você pode criar uma loja simples ou uma página de destino com base em um modelo em apenas alguns minutos, sem nenhum conhecimento especial.

Lançamento de campanhas publicitárias – Após a publicação da oferta, você precisa começar a anunciar. Existem várias maneiras: SEO, contexto, segmentação em redes sociais, boletins de notícias, programas afiliados, etc. Existem muitos softwares para cada tipo de tráfego que ajudam a automatizar esse processo.

Para o SEO, você pode usar um sistema que analise os artigos dos concorrentes e determine para quais consultas principais eles aparecem no mecanismo de pesquisa. Você escreve um artigo para essas solicitações e obtém tráfego gratuito, o que pode impulsionar a economia dos seus negócios.

Você pode usar cabeçalhos para otimizar a publicidade contextual. Eles incluem anúncios quando seus concorrentes ficam sem dinheiro e param de exibir anúncios. Para publicidade direcionada em redes sociais, você pode usar analisadores de software que coletam diferentes públicos nos grupos de que você precisa.

Conversão de leads – Quando o site tem tráfego, ele precisa ser convertido em leads. Você pode usar uma variedade de serviços para aumentar a conversão e capturar leads. Começando pelos apanhadores de chumbo, “Ligaremos para você em 30 segundos”, terminando com janelas pop-up com uma assinatura de boletins por e-mail.

Retorno de chumbo – Quando você converte leads, é necessário devolvê-los ao seu funil de vendas e devolvê-los ao site. Os serviços de boletins por e-mail, notificações push, bots de bate-papo e mensagens instantâneas ajudarão você com isso. Você cria um funil de vendas e se comunica automaticamente com os consumidores.

Google Analytics – Você construiu todo o sistema, os processos funcionam. Agora precisamos de um software que analise a eficácia do sistema. Isso é chamado de sistema de BI (business intelligence). Eles extraem dados de diferentes serviços e formam gráficos nos quais você pode ver o pulso do seu negócio.

Como atrair tráfego para a publicação imediatamente após a publicação

Criar uma postagem é apenas o começo do trabalho. O conteúdo é uma ferramenta para atrair, comunicar e converter usuários para clientes. Leva tempo para que uma nova entrada apareça no índice dos mecanismos de pesquisa. Nesta postagem, mostraremos como direcionar tráfego para sua postagem logo após a postagem.

Publicação de Conteúdo Social – Essa é a maneira mais fácil em todos os aspectos de mostrar novo conteúdo aos usuários. Para aumentar a eficácia da publicação, crie uma breve introdução informando sobre o que é a nova entrada, o que o usuário saberá e receberá.

O feed de notícias de cada leitor é atualizado a cada segundo – novas postagens são desativadas instantaneamente. Uma grande quantidade de informações na fita dispersa a atenção do usuário, distrai o importante.

Nem todo usuário entra em uma rede social para uma porção de “alimento para a mente”. Muitas pessoas usam as redes sociais para se distrair do processo de trabalho e relaxar, e assim, uma parte das novas informações úteis nas quais você trabalhou por mais de uma hora pode ser simplesmente ignorada.

As redes sociais não excluem a concorrência – não é menos alta do que na emissão orgânica. Dadas as especificidades da atualização do feed de notícias nas redes sociais, você deve seguir a seguinte regra:

Anúncio de publicação – de acordo com as estatísticas, não mais de 4% dos assinantes da conta veem um tweet. Aproximadamente a mesma cobertura é recebida por postagens em outras redes sociais. Portanto, você deve postar novamente.

Notificação de uma nova publicação para sua equipe – A distribuição de conteúdo não deve ser de responsabilidade de um funcionário. Cada um dos parceiros e colegas também possui seu próprio círculo de assinantes, suas próprias contas nas redes sociais e sua lista de grupos nos quais é possível publicar conteúdo. Por que é importante distribuir conteúdo em uma equipe?

A equipe estará ciente do que você está escrevendo. Por exemplo, suporte ao cliente, gerentes de vendas receberão novas ferramentas para informar e convencer os usuários. Isso aumentará a eficiência de cada funcionário da empresa e economizará tempo.

Você pode obter feedback de pessoas que trabalham na sua área, obter exemplos da vida e do trabalho da empresa (casos), estatísticas, novas idéias para postagens. Após receber uma notificação sobre a menção por correio, você pode responder rapidamente, participar da discussão, fornecer um link para o seu material.

O que é maturidade digital de uma marca

O Google fala sobre maturidade digital, por que isso é importante e como avaliar em que estágio a empresa se encontra para determinar o vetor de mudança. As tecnologias modernas aumentam os requisitos do usuário para as marcas. Os clientes desejam receber uma resposta rapidamente, a qualquer momento e através de um canal de comunicação conveniente.

A maturidade digital está se tornando uma vantagem competitiva inegável, aumentando os lucros em 20% e reduzindo os custos em 30%. Como conseguir isso? O Google fez recomendações para marcas de transformadores digitais.

Para determinar como mudar uma empresa, é importante entender em que estágio de maturidade digital a marca está agora. Você pode determinar o grau de maturidade digital de uma empresa analisando os parâmetros importantes de marketing:

Análise da Audiência – É sobre como, o que, em quais volumes a empresa recebe dados do público, como isso afeta negócios e os usuários em cada estágio da compra.

Origem – A marca utiliza apenas os dados internos da empresa, avalia o público completamente, sem segmentação, pontos de referência para a parte superior ou inferior do funil.

Crescimento – Essas marcas analisam os dados disponíveis mais profundamente, segmentam o público e os dados disponíveis e trabalham com o meio do funil de vendas.

Interconectividade – As marcas usam dados do consumidor de suas próprias fontes externas, internas e independentes para obter uma imagem mais holística. Segmente o público-alvo, dependendo das metas e objetivos.

Multi-momentum – Tais marcas têm à sua disposição uma imagem completa do cliente, compilada com base em grandes volumes de dados internos e externos. Eles trabalham com todo o funil.

2A – Ativo – Trata-se de avaliar as ferramentas existentes para a interação do usuário e da empresa no espaço digital.

Origem – As marcas usam um número limitado de canais e criativos, não se concentram no segmento para celular.

Crescimento – As marcas otimizam sites para dispositivos móveis, criam um número maior de peças criativas originais.

Interconectividade – As marcas usam ativamente os recursos de dispositivos móveis, configuram remarketing, usam canais de vídeo.

Multi-momento – As marcas estão trabalhando constantemente para melhorar sites, publicidade e experiência em dispositivos móveis.

Como aumentar a eficácia do email marketing

Como mostra a prática, a maioria das empresas ainda prefere se comunicar por e-mail. A maioria dos consumidores preferem receber mensagens de marketing por email. Todas as faixas etárias também nomeiam o email como um canal prioritário de comunicação.

Abaixo estão alguns dados interessantes que ajudarão a elevar sua estratégia de email a um novo nível.

Tire um tempo para a estratégia – A estratégia é a chave para colher os benefícios do marketing por email nos negócios online. Os líderes de marketing por email (aqueles que obtêm melhores resultados) passam mais tempo no desenvolvimento, segmentação e geração de estratégias. Por sua vez, os “camponeses do meio” prestam mais atenção à criatividade e ao layout.

Teste – Historicamente, a linha de assunto do email é o elemento mais testado. No entanto, muitos outros elementos são responsáveis ​​pelo sucesso de seus boletins. O que deve ser testado e o que os profissionais de marketing prestam mais atenção? Assunto 72% – Mensagem / conteúdo 61% – Layout e imagens / call to action 50% – Dia do envio 46% – Tempo do envio 39% – Personalização 34% – Página de destino 32% – Público-alvo 30% – Layout e imagens para celular 15%.

Tempo de entrega correto – Determinar o momento certo para enviar é muito importante para uma lista de discussão bem-sucedida. Tradicionalmente, os profissionais de marketing sugerem que é melhor fazer boletins informativos durante as horas com as maiores taxas de descoberta. Pesquisas montras que o melhor horário para o destinatário abrir o email é às 10h.

Planeje sua correspondência para que os destinatários possam abrir o email durante o horário comercial.

Design para celular – A maioria dos proprietários de smartphones dizem que tendem a excluir e-mails que não são exibidos corretamente nas telas de seus telefones. Portanto, verifique se o seu boletim informativo está otimizado para telas pequenas.

O sucesso da sua campanha de email é determinado pelo valor que você transmite a cada email enviado. A conscientização da importância de cada aspecto ao criar um email (do assunto até o momento do envio) é a chave para maximizar sua eficácia.

CEO da Empiricus analisa as chances de uma nova recessão mundial

Por mais que os formuladores de política econômica não tenham o poder de encarar o conjunto de forças que provocam a estagnação, é possível dizer que as chances de haver uma nova recessão mundial ainda são inferiores a 50%, reporta o CEO da Empiricus, Felipe Miranda. Como as taxas de juros sendo constantemente cortadas no exterior e a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China perdendo fôlego devido o interesse do presidente Donald Trump em ser reeleito, esse fluxo econômico pode retornar com maia força para os países emergentes. Nesse aspecto, um dos destinos possíveis é o Brasil, pois o mesmo concede uma das acelerações mais expressivas crescimento dentro desse bloco.

Uma das gestoras mais prestigiadas de ativos do país escreveu uma carta interessantíssima aos seus cotistas em relação a agosto, na qual destacou colocações muito relevantes sobre o excesso de retorno que vinha sendo estimado com as ações sobre a renda fixa. De acordo com ela, o prêmio de risco estava consoante com o padrão histórico. Isso não deixa de ser verdade, contudo, existe um pequeno adendo, relativo ao fato de os prêmios de risco a nível global estarem mais comprimidos em comparação aos dados da média histórica, entre outros fatores, devido ao comportamentos dos investidores em estarem sendo incentivados a adotar mais riscos em um cenário de juros negativos.

De qualquer forma, para o CEO da Empiricus, a atividade dos mercados nas primeiras semanas do mês de setembro foi importante por demonstrar uma questão básica, que é a impossibilidade de prever todos os movimentos possíveis, pois de repente, um novo elemento pode surgir e bagunçar tudo, revirando completamente o tabuleiro de xadrez que é o setor de investimentos.

Em uma frequência bastante acelerada o mundo está se tornando difícil de analisar e de fazer previsões. Alguns gestores têm dito aos seus cotistas que a melhor resposta para um cenário envolto por tantas perguntas e poucas certezas não é a aplicação de “uma gestão profissional”, o que segundo Felipe Miranda, da Empiricus, é um erro.

Ao se deparar com um período de nebulosidade no mercado, a saída é insistir na diversificação. Segundo o CEO da Empiricus, os analistas, gestores, e profissionais do ramo financeiro, no geral, também possuem dificuldades para tentar compreender qual será o futuro do mercado, da mesma forma qualquer outra pessoa. Para eles, os que tentam maximizar sua própria capacidade acabam desaparecendo eventualmente.

Em meio a esse cenário, no dia 13 de setembro o mercado operou de forma positiva, influência da decisão da China em retirar o porco e a soja da lista de itens restritos às importações vindas dos Estados Unidos, informa Felipe Miranda, da Empiricus. Além disso, Donald Trump declarou disposição em chegar a um acordo temporário com os chineses, gerando um alívio nas apreensões com a guerra comercial entre os dois países.

Ainda entre as movimentações externas que contribuíram para esse saldo positivo, estão as vendas no varejo norte-americana, que tiveram uma alta de 0,4% no mês de agosto, acima do estava previsto, relata o CEO da Empiricus.

Tipos de clientes na internet

“Cliente nosso mestre” é uma regra que permite que você ganhe em qualquer negócio, e movimente a economia. Não importa se temos uma loja virtual, lavagem de carro ou lavanderia. Se abordarmos o cliente da maneira correta, podemos esperar lucro. Infelizmente, nossos esforços nem sempre são bem-sucedidos. Isso ocorre devido a diferentes padrões comportamentais dos clientes que fazem compras online. Para lidar bem com o serviço, você precisa conhecer as expectativas e saber como comprar. Você pode ler sobre que tipos de clientes encontramos com mais frequência e como lidar com eles na lição de hoje.

Quem encontramos na loja virtual? Vários clientes passeiam pelas prateleiras virtuais. Cada um deles é guiado por diferentes critérios ao escolher uma loja e um produto. Eles são bastante individuais, mas você pode encontrar um certo padrão de comportamento e, graças a ele, saberemos com quem estamos lidando. Quando alguns esperam um preço baixo, outros procuram uma loja com atendimento excepcional. Os clientes mais comuns incluem:

Caçadores de pechinchas, preços baixos – são pessoas que compram online porque é mais barato. Para essas pessoas, o preço é a coisa mais importante. Quanto menor, melhor. Um cliente desta categoria analisa todos os custos. Ele passa muito tempo em sites de comparação de preços e escolhe a opção mais barata.

Clientes constrangedores – são pessoas que compram produtos online para permanecer anônimas. Eles não prestam atenção ao preço e custo de entrega. Eles costumam comprar produtos que não compram em uma loja estacionária, porque isso pode constrangê-los.

Clientes cautelosos – eles ainda são um grupo bastante grande de compradores que abordam as compras online a uma distância considerável. Eles ouviram muito sobre golpistas e não querem ser vítimas deles mesmos. Essas pessoas prestam menos atenção ao preço do produto e à entrega. Clientes ocupados com notoriamente falta de tempo – Neste grupo, encontraremos jovens trabalhando e ganhando dinheiro, o que lhes permite comprar prazeres adicionais. Essas pessoas não prestam atenção ao preço, valorizam mais o conforto, e é para elas uma maneira fácil de fazer um pedido, pagamento e entrega online em qualquer endereço escolhido. Esse grupo de compradores pode se apegar à loja porque não tem tempo para procurar uma alternativa. Se você não decepcionar a confiança deles, certamente estabelecerá relacionamentos de longo prazo com eles.