7 lugares incríveis para visitar na Ásia

A Ásia é o continente mais populoso do planeta e também o maior deles.

Quando pensamos em visitar paisagens incríveis, logo nos lembramos das praias nacionais, das montanhas da América, mas raramente pensamos no continente asiático. Listaremos maravilhas da Ásia, para que você considere-a como opção na sua próxima viagem.

 

Cavernas de Jeita

Localizadas no Líbano, as cavernas atraem turistas de todo o mundo, pois foram habitadas no período pré-histórico. São 9 quilômetros de câmaras, cujo acesso é feito através de um rio subterrâneo. Nas cavernas de Jeita se encontra a maior estalagmite do mundo.

 

Garganta de Takachiho

O lugar leva esse nome por se tratar de uma paisagem composta de um rio que corre entre as gargantas de grandiosas paredes de basalto. O rio, cujas águas são cristalinas, conta com uma cascada de 17 metros em seu entorno. Tudo isso somado a uma incrível vegetação, colabora para que seja uma das paisagens mais lindas da Ásia. A Garganta de Takachiho fica na região sul do Japão.

 

Monte Fuji

Ainda no Japão, não podemos deixar de citar o imponente Monte Fuji. Tratando- se de um vulcão ativo (cuja última erupção se deu em 1707), o monte conta com mais de 3,7 mil metros de altura e é o ponto mais alto do país. O local serve de cartão-postal do país.

 

Lago Pangong Tso

Situado na China, o Lago Pangong Tso fica a 4350 metros de altura, bem no centro da mais alta cadeia montanhosa do mundo, o Himalaia. As águas são incrivelmente coloridas pelo ar rarefeito da região e o ambiente é uma espécie de paisagem intocada. Ver esse local belíssimo de perto é uma experiência única.

 

Parque Nacional de Jiuzhaigou

Também na China, na província de Sichuan, encontra-se o Parque Nacional de Jiuzhaigou. São 3 vales, que contam com lagos interligados, rios e cachoeiras, formando assim, uma reserva de biosfera e consequentemente uma linda paisagem,combinando as águas com a vegetação.

 

Floresta de Pedras de Shilin

Indo para a parte sul da China, encontramos esse esplêndido monumento natural. Formações rochosas que aparentemente brotam do chão, ocupam mais de 350 quilômetros quadrados na região. Gigantescas, as rochas contam com mais de 270 milhões de anos, sendo assim, uma beleza natural asiática que merece destaque.

 

Huanglong

O lago chinês, fica situado a 100 quilômetros de Guangzhou, e é um show visual, já que faz seus caminhos entre as montanhas, espalhando-se por uma área de mais de 10 quilômetros. Em tons de verde e azul, o lago Huanglong garante ao Parque Nacional uma aparência simplesmente deslumbrante. Fora o lago, o parque conta com sete sítios que chegam até 5,5 mil metros de altura.

 

Gostou? Você pode encontrar mais lugares espetaculares no continente asiático, clicando aqui.

Viaje pelo Brasil, os melhores destinos

Viajar é uma das coisas mais gostosas da vida, conhecer lugares e pessoas novas, viver emomentos incríveis, entrar em contato com a natureza, experiências que não tem preço. E que tal começar por um país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza? O Brasil é um país rico e diversificado, cenário perfeito para os aventureiros de plantão, tem atrações pra todos os públicos, um país para ser explorado e redescoberto todos os dias, e para te ajudar nessa jornada separamos alguns dos melhores destinos que esse país maravilhoso nos reserva.

 

Cataratas do Iguaçu:

As Cataratas do Iguaçu são uma das mais belas paisagens do mundo e são visitadas por mais de um milhão de turistas todos os anos. São 275 saltos, por onde escoam em torno de um trilhão de litros de água por segundo. Independente do clima da época, essa maravilha da natureza desperta diversas sensações em quem a contempla. O passeio começa no Centro de Recepção de Visitantes no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Em seguida, os turistas embarcam em um moderno ônibus panorâmico, double-deck, com capacidade para 72 passageiros sentados, que se desloca para o interior do Parque, onde o passageiro vai contemplando a fauna e flora até as Cataratas. Conforme o ônibus se aproxima, o som das quedas vai surgindo e aumentando a expectativa para o grande encontro.

 

Paraty:

Bela cidade colonial,considerada Patrimônio Histórico Nacional, preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos. Passear pelo Centro Histórico de Paraty é entrar em outra época, onde o caminhar é vagaroso devido às pedras “pés-de-moleque” de suas ruas. As construções de seus casarões e igrejas traduzem um estilo de época e os misteriosos símbolos maçônicos que enfeitam as suas paredes nos levam a imaginar como seria a vida no Brasil de antigamente. A proibição do tráfego de automóveis no Centro contribui para esta viagem pelo “Túnel do tempo”.

 

Amazônia:

A Floresta Amazônica é particularmente privilegiada no que se refere à natureza e as belezas que ela encerra. Ponto importante de atração para o turismo no país é ali que se encontra a maior biodiversidade da fauna e flora brasileiras.

Com rios caudalosos, entre os quais se destaca o Amazonas, em seus percursos vão formando inúmeras e lindas cachoeiras e nas amplas margens, plácidos lagos com águas calmas onde podemos ver se refletindo a luz do sol.

No meio da floresta, os turistas podem encontrar os chamados hotéis da selva onde contam com toda a infraestrutura necessária para relaxar, aproveitar e curtir todos os momentos que a inigualável beleza do lugar proporciona a quem ali busca o contato com a natureza.

 

Lençóis Maranhenses:

Paraíso escondido no Nordeste do Brasil, os Lençóis Maranhenses são um dos principais destinos turísticos do Maranhão. Criado em 1981, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – com área total de 156,5 mil hectares – integra a Rota das Emoções. As dunas – comuns nessa região do país – são formadas pela força dos ventos, que criam uma paisagem única e alteram constantemente sua aparência. Nesse ‘deserto’ gigante é possível encontrar lagoas formadas pelo acúmulo de água das chuvas do primeiro semestre.

 

Ficou com vontade de conhecer? Acesso o site http://turismo.ig.com.br/destinos-nacionais/os-11-melhores-lugares-para-voce-viajar-pelo-brasil/n1597659606231.html e confira essas e outras dicas de destinos brasileiros incríveis pra tornar suas férias inesquecíveis

Ossos de vidro – Dr. Sergio Cortes explica a realidade da doença por trás do filme Corpo Fechado

Os fãs das histórias em quadrinhos conhecem o personagem Elijah Price, interpretado brilhantemente no cinema por Samuel L. Jackson no filme Corpo Fechado. No decorrer do filme, um homem portador da doença osteogênese imperfeita provoca uma série de tragédias para encontrar seu oposto. Enquanto ele sofre com a deformidade dos ossos, que os torna frágeis, ele encontra o extremo de si, um homem que se torna uma espécie de super-herói. O que Elijah tem de fraco, David Dunn, interpretado por Bruce Willis tem de resistente, e isso o torna o super-herói perfeito, enquanto ele mesmo se torna o vilão para enfrentá-lo. No final do filme, Elijah Price acaba internado em uma instituição para deficientes mentais.

 

O problema é que essa anomalia não fica só na ficção. Essa doença rara realmente existe, conhecida como Osteogênese imperfeita, ou, ossos de Vidro. Essa doença é transmitida geneticamente, e pode ser diagnosticada logo após o nascimento, bem como no decorrer da fase adulta. O Dr. Sergio Cortes, médico ortopedista brasileiro, reporta que, os nossos ossos são uma das melhores engenhocas já construídas pela natureza. Sua estrutura pode ser comparada a de uma casa bem concretada, com alicerces bem resistentes. É um dos projetos mais complexos da natureza humana e provê estrutura para hospedar órgãos, massa, músculo e afins. A estrutura interna dos ossos é constituída em grande parte por colágeno e cristais salinos. Na falta de um desses ingredientes, a composição não funciona corretamente, ocasionando em vários tipos de doenças.

 

A falta do colágeno por exemplo, resulta na fragilidade extrema do osso. O que antes era concreto, pode se tornar frágil como vidro, resultando em diversas fraturas no decorrer da vida de quem é portador da doença, conforme relata o Dr. Sergio Cortes.

 

Para o portador da doença, tarefas que antes pareciam simples, coisas do dia-a-dia, podem tornar-se um verdadeiro tormento. Braços, pernas e cotovelos, são os mais suscetíveis a traumas, por serem mais usados no dia-a-dia. Além dos ossos fragilizados, algumas características são comuns entre os portadores da doença. Diferente tonalidade na pele, rosto em formato característico, e até mesmo perda auditiva, são alguns dos sintomas que podem surgir em decorrência da doença, segundo noticia o Dr. Sergio Cortes.

 

Conforme explica o Dr. Sergio Cortes, existem também os variados graus da doença. No estágio 1, o paciente pode começar a desenvolver os sintomas após os 30 anos de idade. O que pode começar de maneira amena, como apenas a perda de massa óssea, pode mais tarde virar fraturas leves e consequentemente perda de resistência. O estágio 2 da doença manifesta-se ainda no útero da mãe, por vezes tirando a vida do bebê ou ainda resultando em diversos tipos de cirurgia assim que o feto sai da barriga da mãe. No estágio 3, a doença começa a deformar os ossos do paciente, causando dor extrema e dificuldade para realização de tarefas simples, como se locomover a distâncias curtas.

 

Segundo o médico Sergio Cortes, a osteogênese imperfeita não tem cura. Mas existem alguns tipos de tratamentos que podem aliviar as dores do paciente e trazer uma certa normalidade ao dia-a-dia, como alguns substitutos para fortalecimento dos ossos. Algumas técnicas novas também vêm sendo estudas para a melhora no quadro dos pacientes portadores da enfermidade. Dentre elas, o reforço dos ossos frágeis através de placas metálicas para dar suporte ao osso fragilizado. Remédios à base de pamidronato dissódico e o ácido zoledrônico também são comumente utilizados para fins de tratamento da doença.

 

Voltando ao filme, o portador da doença Ossos de Vidro é um vilão que tem transtornos mentais. Na vida real, portadores dessa enfermidade se tornam super-heróis, dispostos a vencer diversas batalhas por dia na luta contra a própria doença.

 

Fonte

A cada recontagem aumenta o número de presos foragidos no Amazonas

A crise no sistema penitenciário no norte do Brasil está longe de uma solução definitiva, afinal, o que se pode esperar do Estado brasileiro em sua totalidade quando não se é possível se quer, realizar uma contagem correta dos presos tutelados.

Após a exoneração do Secretário de administração penitenciária do Amazonas, suspeito de receber propinas para autorizar a entrada de armas e drogas no COMPAJ, nesta sexta feira, 13 de janeiro de 2017, 12 dias após a rebelião de vitimou 60 detentos do complexo penitenciário Anísio Jobim, a SeAP informou que o número de fugitivos naquela ocasião é bem maior do que o inicialmente veiculado. (https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2017/01/13/apos-recontagem-em-prisoes-no-am-sobe-para-225-numero-de-foragidos.htm)

Ao todo, oficialmente, foram 225 presos que se evadiram do complexo, segundo informação da SeAP, após recontagem de presos.. Inicialmente a SeAP havia informado que seria 184 o número de fugitivos. Essa informação foi recebida com muito revolta pela população amazonense.

O principal motivo da revolta da população, que vive um constante clima de insegurança na capital do Estado, Manaus, seria que desde o momento que a rebelião foi controlada pelas forças policiais, surgiram boatos de que o real número de fugitivos havia sido muito superior ao informado.

Fontes da Polícia Militar do Amazonas e da Polícia Rodoviária Federal afirmaram na ocasião que o presidio estava praticamente vazio, se comparada a quantidade de presos antes e depois da rebelião, estima-se que o número real de fugitivos seja muito maior.

Após a rebelião 20 detentos ameaçados de morte, foram transferidos para um presidio no município de Itacoatiara, lá chegando novamente causaram transtornos e foram ameaçados de morte, fato que obrigou o Governo do Estado a recuar em sua decisão e voltar atrás quando a transferência dos presos.

O que é difícil de compreender é como se pode realizar uma contagem nominal de presos, dentro de uma ambiente fechado e, em tese, controlado pelo Estado, transferências entre presídios e revistas das celas, sem perceber que o numero real de presos foragidos é maior do que o estimado.

Pelo visto, ainda haverão muitos capítulos na estória desse “acidente desastroso” para o Governo do Estado do Amazonas esclarecer, bem como o ressurgimento de denuncias quanto ao apoio de facção criminosa Família do Norte, à candidatura de José Melo, atual Governador do Amazonas, em 2014.

Enquanto não chega ao fim esse triste capitulo da história do Amazonas, o povo amazonense sofre com a insegurança, deixando de ir aos grandes centros comerciais da capital, e as famílias dos presos sofrem sem saber ao certo, se seu ente querido está morto ou foragido.

 

 

“Creça, Trump” disse o atual vice-presidente

E mais uma vez o presidente eleito dos Estados Unidos volta a ser centro das atenções. Tudo se da ao fato dos constantes ataque ao departamento de inteligência do país.

 

Após ser acusado de obter ajuda da espionagem russa para obter acessos a e-mails de sua concorrente na disputa a presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton o candidato republicano contra atacou, colocando em duvida ao dizer, “nunca foi feito uma varredura nos servidores do serviço de inteligência nacional.”

 

Mas após tantos ataques, o candidato republicano Donald Trump irritou o atual vice-presidente dos EUA. Joe Biden alfinetou o Trump e sua falta de preparo ao dizer, “Um presidente que questiona a força do serviço de seus pais, demonstra insegurança…”

 

Em entrevista a TV BPS Joe Biden falou para que Trump “crescesse” ao criticar os constantes ataques ao serviços prestados cujo qual será responsável a partir do dia 20 de janeiro, dia da posso de Donald Trump. “Cresça Trump, cresça. É hora de mostrar que vc é capaz”, foram as palavras do atual vice-presidente.

 

Fato é que após o ocorrido o atual presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, expulsou do país 35 diplomatas russos acusados de participação direta e indireta no ocorrido. O governo russo não quis se manifestar e apenas disse esperar a posse de Donald Trump.

 

A decisão de expulsar os 35 diplomatas acusados de participação se da a uma interceptação feita pelo serviço de inteligência americano onde políticos do alto escalão russo comemoravam a vitória de Donald Trump um dia após as eleições americanas.

 

Ninguém sabe ao certo que fim terá o desenrolar dessa investigação que mais toma formato de um filme de conspiração. Do lado republicano se acredita que tudo não passa de uma estratégia para um golpe de estado visando a retirada do presidente eleito Donald Trump do poder, do lado democrata se fala em aliança formada entre Trump e o alto escalão russo para fins financeiros.

 

A única certeza nisso tudo é que Trump vem causando um grande alvoroço com suas promessas feitas como a construção do muro com o México, sua opinião sobre mulheres e sua forte opinião sobre extradição são alguns exemplos da confusões causadas nos últimos meses. Esperaremos o desenrolar do desfecho que parece longe de acabar quando vemos lados fortes e opostos, de um lado o poder da riqueza e do outro o poder político.

 

Para saber mais clique aqui.

Ricardo Tosto: um advogado pragmático e preocupado com a função social do Direito

O advogado Ricardo Tosto tem perfil profissional pragmático, desenvolvido ao longo dos anos em que trabalhou nos departamentos jurídicos de diversas empresas, no início de sua carreira, antes de abrir seu próprio escritório em parceria com o também advogado Zanon de Paula Barros. A proximidade com as demandas do mercado deu a ele uma visão bastante prática do Direito, considerando que, independentemente de arcabouços teóricos ou de preciosismos de forma, o horizonte a ser buscado sempre levava em conta a necessidade inexorável de um balanço positivo no final de cada exercício fiscal. Cabe observar, entretanto, que a ideia de balanço positivo para Ricardo Tosto nunca se resumiu às meras questões contábeis, que levassem em conta apenas o saldo patrimonial e financeiro positivo quando comparados os direitos e as obrigações das empresas. Para além dessa visão restrita, ele sempre enxergou no exercício da advocacia uma oportunidade de cumprir funções sociais que extrapolavam o simples manejo hábil das normas próprias da operação do Direito. E tem sido justamente a combinação de sua objetividade empresarial com sua sensibilidade social a maior contribuição de Ricardo Tosto ao escritório Leite, Tosto e Barros Advogados, que ajudou a fundar há vinte e cinco anos, comemorados em abril de 2016, e do qual é sócio e maior referência até hoje. Embora seja reconhecido nacional e internacionalmente como um dos profissionais brasileiros de maior destaque na área do litígio contencioso, sua atuação alcança também outras áreas, como o Direito Civil, o Direito Comercial, o Direito Penal, a Recuperação Judicial e a Recuperação Empresarial, entre outros segmentos. Apesar do sucesso, a imagem de estrela passa longe de Ricardo Tosto. Ao contrário, ele rejeita qualquer sugestão de que possua alguma proeminência em relação aos colegas. Toda vez que a questão é levantada, faz questão de enfatizar que é o trabalho em equipe desenvolvido pelo escritório que explica tanto seu êxito pessoal quanto o da banca, que, aliás, ele costuma chamar de família. Sob sua direção executiva está uma equipe multidisciplinar com mais de 300 funcionários, entre advogados e profissionais com outras formações, divididos geograficamente entre a sede do escritório em São Paulo e as filiais no Rio de Janeiro e em Brasília. O escritório também estabelece e desenvolve associações estratégicas com parceiros em outros importantes centros econômicos no Brasil e no exterior. Academicamente, além de ter cursado e concluído a graduação em Direito pela renomada Universidade Presbiteriana Mackenzie, com inscrição definitiva na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/SP desde em 1990, Ricardo Tosto aprofundou seus conhecimentos em Administração de Empresas por meio da realização de curso de extensão oferecido pela Fundação Armando Alvares Penteado. Em co-autoria com o colega de escritório Paulo Guilherme de Mendonça Lopes, escreveu a obra “O Processo de Tiradentes”, publicado em 2007 pela Editora Conjur. O volume, de 240 páginas, resultou de pesquisa feita sobre as cerca de três mil páginas originais dos Autos da Devassa. É uma análise inédita do material, conduzida sob a ótica do Direito Comparado, que certamente merece ser lida.

Primeira estrada solar da história é ativada na França

A busca por energia renovável parece estar mesmo se intensificando, tendo em vista a preocupação com possível escassez de petróleo em um futuro próximo – além, claro, da poluição causada pelas fontes não renováveis de energia. Pois é buscando isso que foi inaugurada, na França, a primeira estrada solar do mundo, no último mês de dezembro.

 

A estrada, que funciona captando energia do sol por meio de painéis solares a fim de gerar energia para a iluminação da via, se localiza em uma pequena cidade na Normandia (Tourouvre, uma localidade de 5 mil habitantes) e é a primeira neste estilo no mundo. Porém, promete não ser a única, vez que a própria França já anunciou a ideia de ter mais estradas do tipo, juntamente com a Alemanha e os Estados Unidos.

 

Possuindo uma média de tráfego de 2 mil carros por dia, a estrada será um teste – no tocante a quantidade de energia efetivamente gerada e à resistência dos painéis – a fim de que possa ser implementado o projeto em outros locais. Em teoria, a empresa de engenharia civil que realizou a obra, Wattway, pertencente à Colas, afirma que a França poderia se tornar totalmente renovável se pavimentar um quarto do total de estradas do país com a tecnologia.

 

A Ministra do meio ambiente do país francês declarou que o empreendimento é o primeiro de um plano de quatro anos para o desenvolvimento deste tipo de energia em estradas, com ideia de implantar na Bretanha e em Marselha, a curto prazo.

 

Existem várias críticas, no entanto, ao projeto de estradas solares. A primeira diz respeito ao seu custo – 5 milhões de euros – que é considerado muito alto para a quantidade de energia que os painéis solares produzem. A título de comparação, custa 17 euros cada quilowatt de energia gerado na estrada solar, enquanto que somente 1,3 euros para o sistema de captação de energia solar em telhados.

 

Os responsáveis pelo projeto, no entanto, argumentam no sentido de que com o aumento da demanda e a instalação da tecnologia em mais locais, o preço total será barateado – chegando por volta de 2020 a ser do mesmo valor que outros meios de captação de energia solar.

 

Na Alemanha, a estrada solar se encontra atualmente em fase de testes, já tendo sido construídos 150 metros nas proximidades da Cidade de Colônia.

 

A notícia teve grande repercussão, que pode ser acompanhada pelos links: http://bit.ly/2js3o99 , http://glo.bo/2hBokWy , http://bit.ly/2jrUdph e http://bit.ly/2iXD9qp .

Inflação deve diminuir e PIB aumentar em 2017

Novas projeções a respeito do PIB e da inflação foram divulgadas essa semana. O Relatório de Mercado Focus indica um aumento de 0,50% para 2017. Há pouco mais de um mês, a perspectiva era de aumento de 0,70%.
Já o último Relatório Trimestral de Inflação (RTI), o qual foi divulgado no fim do ano passado divulgado pelo Banco Central projetou o aumento de 0,80% para 2017, enquanto o Ministério da Fazenda prevê um crescimento de 1% para o ano que se inicia.
O cenário Focus prevê um ano melhor para indústria em relação a 2016 quando houve uma retração de 6,65%. Para 2017, as projeções do BC apontam um crescimento de 0,8% e 1,0% do Ministério da Fazenda. Há um mês, as estimativas para a produção da indústria brasileira eram de 6,68% para 2016 e crescimento de 0,75% para 2017.
Inflação
Segundo o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) a inflação deve ficar em 4,81% em 2017. A projeção é um dos pontos mais importantes do boletim Focus, uma pesquisa semanal realizada por analistas do Banco Central (BC) e demais instituições financeiras e divulgada as segundas-feiras.
Em 2016, a estimativa passou de 6,38% para 6,35%, na primeira e segunda semana de janeiro, respectivamente. Para a Selic, taxa básica de juros da economia, a projeção segue em 10,25% ao ano. O que para as instituições financeiras, representa uma possível continuidade da redução dos juros.
Devido a recessão enfrentada pelo país, o Banco Central sinaliza que pode intensificar o corte da taxa básica. Atualmente a taxa encontra – se no patamar de 13,75%, mas apresenta uma redução gradual.
Balança comercial
Também houve alterações quanto as projeções para a balança comercial. A estimativa relacionado ao superávit mudou de US$ 46,98 bilhões para US$ 46,00 bilhões, contra US$ 45,00 bilhões quando comparada a projeção anterior.
Quanto a retirada da conta corrente, o défice foi de US$ 20,30 bilhões, ante os US$ 20,35 bilhões da projeção anterior. No fim de dezembro, a projeção era de défice de US$ 20,00 bilhões, segundo o Focus. Esses e outros dados serão divulgados na data provável de 24 de janeiro pelo Banco Central.
Para os analistas do Banco Central, o IDP – Investimento Direto no País (IDP) será necessário para cobrir o resultado do défice. A projeção do IDP para 2017 atual é de US$ 69,00, ante US$ 66,06 bilhões de um mês anterior. Em 2016 o índice foi de US$ 63,657 bilhões (janeiro a novembro) e a previsão do BC é de US$ 70,00 bilhões durante todo o ano passado.
Para 2017, a previsão do volume de entradas de investimento direto, será de US$ 70,00 bilhões para a Focus e US$ 75,00 bilhões para o Banco Central.

 

Marcio Alaor: exemplo de persistência

Está cada vez mais comum o termo “Geração de Valor”, que ficou mais conhecido pela publicação do livro de Flávio Augusto da Silva, um rapaz pobre que se tornou um grande empresário, abrindo portas para o ramo internacional.

 

Nos tempos atuais, o mercado de trabalho é um verdadeiro desafio. Muitas vezes até decepcionante em diversas áreas, já que há muitas pessoas formadas para poucas vagas de emprego nas determinadas áreas.

 

Esse cenário está fazendo com que as pessoas sejam mais criativas e até mesmo saiam de sua zona de conforto para conseguir agradar um público, começar a ganhar dinheiro e manter a estabilidade financeira com o passar do tempo.

 

Um exemplo de persistência é o executivo Marcio Alaor. Atual vice presidente do Banco BMG, considerado uma das maiores instituições financeiras do Brasil.

 

Marcio Alaor, nascido em Santo Antônio do Monte, interior de Minas Gerais, começou como engraxate. Seu pai, o Dr.Wilmar, disse que percebeu no filho uma grande capacidade de crescimento. Enviava sapatos mesmo limpos para que ele ganhasse dinheiro, mas sem deixar de fazer o incentivo ao estudo e ao trabalho e, seguindo esses conselhos, Marcio Alaor superou desafios e conseguir alcançar o seu sucesso profissional.

 

Além de ser considerado um dos mais fortes nomes no ramo econômico, Marcio Alaor também contribui com publicações de textos acerca do mercado, tais como dicas para manter o ambiente de trabalho mais confortável e produtivo aos trabalhadores, como também dos serviços que se mostram mais promissores.

 

O empresário questiona a flexibilidade na carga horária com a qualidade do serviço prestado, visando que é melhor do que manter um funcionário não apto ao serviço durante horas na empresa, se revelando assim, um risco ao negócio.

 

Marcio Alaor também visa a importância de um bom líder dentro das empresas. Alguém com experiência de mercado, capaz de manter um bom contato com os funcionários, incentivando a importância do trabalho de cada um para formar o conjunto do sucesso da empresa.

 

O Banco BMG é um exemplo deste trabalho em equipe, tanto que é conhecido como líder em empréstimos pessoais e crédito consignado no Brasil.

 

É preciso todo um estudo para fazer um negócio crescer, mas para mantê-lo, o conhecimento de mercado é imprescindível.

 

Como vice-presidente do BMG, o empresário comenta sobre a importância das plataformas online para a negociação de dívidas.

 

Com o cenário atual de mercado e aumento das dívidas, a plataforma digital se mostra eficiente para boa parte dos correntistas devedores, já que não terão de ir ao banco pessoalmente, contando um um sistema fácil, rápido e que promete bons resultados.

 

O executivo relatou que apesar desta facilidade, há a importância de estar atento com as médias dos juros do mercado atual para não acabar tendo uma dívida com um valor bem superior.

 

Mesmo tendo alcançado grande exemplo de sucesso, Marcio Alaor continua conhecido por sua humildade, pois continuou valorizando suas origens, inclusive incentivando a importância de manter o contato com amigos e familiares, a quem considera o incentivo fundamental para ter chegado onde está atualmente.

 

 

Princesa Leia: Urna em forma de Prozac

A eterna princesa Leia de “Star Wars” – Carrie Fisher, foi enterrada na última sexta (6) no Cemitério Forest Lawn em Los Angeles, Estados Unidos. Fisher faleceu em 27 de Dezembro de 2016 após sofrer um ataque cardíaco em um vôo com destino a Los Angeles.

As cinzas da atriz, que morreu aos 60 anos de idade, foram depositadas em uma réplica gigante de uma pílula do antidepressivo Prozac. O artefato de porcelana fazia parte da coleção pessoal da atriz.

A urna, segundo o irmão de Fisher, Todd, era “uma das posses favoritas” da atriz.
Ao deixar o funeral privativo em Forest Lawn, Todd explicou em entrevista ao Hollywood Reporter:

“A posse favorita da Carrie era uma pílula gigante de Prozac que ela comprou muitos anos atrás. Ela adorava aquilo, ficava na casa dela, e Billie e eu sentimos que era onde ela [Carrie] gostaria de estar”

Billie Catherine Lourd, citada por Todd é filha de Carrie Fisher, e concordou com a decisão do tio de colocar as cinzas da atriz em uma urna em formato da pílula do remédio Prozac. Billie é fruto do relacionamento de Fisher com o agente de talentos Bryan Lourd.

Desde seu nascimento em 1956, a vida da atriz Carrie Fisher foi marcada por Hollywood. Fisher é fruto do relacionamento entre Debby Reynolds (Cantando na Chuva) com o cantor Eddie Fisher. No início de 1990, a atriz foi diagnosticada com transtorno bipolar e enfrentou sérios problemas relacionados ao vício em drogas e álcool.

Segundo informações divulgadas pelo site Radar Online, Fisher sofreu uma recaída no consumo de drogas cerca de um mês antes de sua morte.
“Carrie teve uma recaída mais ou menos no dia de Ação de Graças”, disse uma fonte à publicação. “Eu a vi muito alterada uma vez, não há muito tempo”, continuou. A fonte afirmou ainda que a atriz havia conseguido controlar sua dependência antes de sofrer a parada cardíaca que tirou sua vida.

A atriz já havia falado abertamente de suas batalhas passadas contra o vício em Álcool, LSD e cocaína.
O representante da atriz não se pronunciou sobre as declarações feitas ao site.

A atriz estava engajada na apresentação de seu livro de não-ficção “The Princess Diarist”, no qual relatava diversos segredos e curiosidades sobre a saga Star Wars. Sua última atuação foi interpretando Mia, na série de comédia “Catastrophe”, exibida na Amazon.

Debby Reynolds, mãe da atriz que morreu um dia depois da filha, foi homenageada no mesmo local que Fisher e ambas foram sepultadas no cemitério em Los Angeles.

Fonte