Bichinho virtual ganha nova versão em comemoração aos vinte anos

Quem nasceu antes e pouco depois de 1996, teve a oportunidade de alimentar, dar banho, dar remédio, colocar pra dormir, e ver crescer um “bichinho virtual”. O brinquedo que agradou crianças do mundo todo agora poderá ser encontrado nas lojas novamente. O Tamagotchi, ou bichinho virtual, foi lançado em 1996, e se tornou uma febre mundial apenas um ano após ter sido lançado.

Para quem nunca viu um Tamagotchi, o brinquedo é basicamente um aparelho pequeno com alguns botões com funções diferentes. Na pequena tela, aparece uma imagem de um animal que pode ser escolhido pelo jogador, e que necessitará de cuidados como sono, comida, banho, e medicamentos. O bichinho virtual terá uma vida-longa se seu dono cuidar muito bem dele, ou morrerá rapidamente se ele for abandonado.

Quando lançado, o brinquedo ficou mundialmente conhecido e adorado pelas crianças. Por essa razão e para celebrar o aniversário de 20 anos do Tamagotchi, a fabricante Bandai resolveu lançar uma versão mais moderna do brinquedo. O novo bichinho virtual tem um formato menor e já está a venda no Japão. O valor ficou em tornar de 43 reais, e pode ser comprado em diversas lojas online.

Por enquanto a empresa não revelou nada sobre as vendas, ainda não sabemos se a empresa continuará as vendas normalmente e se venderá em outros países. Os fãs do bichinho virtual esperam que a empresa continue as vendas, de preferência, com novas funções no brinquedo.

No entanto, o brinquedo foi considerado ultrapassado por especialistas para a nova geração de crianças. Eles afirmam que as atuais tecnologias permitem fazer mais coisas que as Tamagotchi. O brinquedo foi sucesso no lançamento, porque era o que tinha de mais moderno em tecnologia ao alcance da população. Mas para as crianças de hoje em dia, o brinquedo não supera os smartphones e os tablets em interatividade. Para se ter ideia, é possível baixar aplicativos que desempenham a mesma função do bichinho virtual diretamente no smartphone ou tablet.

Os especialistas ainda avalia que as crianças devem ter contato com esse tipo de brinquedo ou aplicativo, para desenvolver a parte afetiva de cuidar do outro. Hoje em dia o que se vê muito são crianças cada vez mais solitárias e egoísta, por isso os dois exemplos podem contribuir para que a criança possa sentir compaixão pelo outro.

Mesmo que a empresa não dê continuidade as vendas, os especialistas garantem que os bichinhos virtuais podem voltar com tudo esse ano, mas com tecnologia a altura da nova geração. A maioria dos aplicativos encontrados nas lojas virtuais já oferecem esse tipo de serviço, no entanto, o esperado é que a procura por esses aplicativos aumentem.

 

Veja algumas opção saudáveis de brincadeiras para crianças.

Jornal do Almoço faz 45 anos no ar e recebe os parabéns de Duda Melzer

Um telejornal que é o orgulho do Grupo RBS

Para a alegria de todo o conglomerado de mídia líder na região sul do país, o Grupo RBS, incluindo aí o seu presidente e chairman, Duda Melzer, é que um telejornal da RBS TV, emissora pertencente a este grupo, comemorou seus 45 anos de criação, em março deste ano.

Essa comemoração de aniversário do ‘Jornal do Almoço‘ não ocorreu apenas nos estúdios e na redação do próprio telejornal, mas também no Centro de Porto Alegre. E sob o comando da apresentadora Cristina Ranzolin, que está à frente do mesmo há 20 anos, foi realizado, no dia 6 de março, inteiramente nas ruas da capital do Rio Grande do Sul, com direito a matérias especiais e à participação de telespectadores.

Os parabéns de Duda Melzer e da própria apresentadora do telejornal

Como já dito, isso foi motivo de tamanho orgulho para o Grupo RBS, que o próprio Duda Melzer resolveu parabenizar o telejornal, publicamente, nas redes sociais. O presidente e chairman do conglomerado midiático parabenizou não só os envolvidos com a produção do telejornal, mas a todos os telespectadores gaúchos que o acompanham, durante o horário de almoço.

Já a apresentadora, Cristina, declarou ter muito orgulho de comemorar esse aniversário, bem como sentir-se com uma grande responsabilidade, não só pelo significativo histórico do telejornal entre o povo gaúcho, como também pelos desafios constantes de se reinventarem. Assim, complementa ela, poderão atender às expectativas dos telespectadores.

E foi nesse clima que todos iniciaram a tarde do dia 6 de março deste ano, 2017, cantando parabéns não só os colaboradores da RBS TV, com direito a bolo e tudo, mas também os internautas. É que, nesse mesmo momento, a hashtag #JA45anos chegou até ao primeiro lugar entre os trending topics do Twitter brasileiro. Além disso, também várias pessoas mandaram fotos e vídeos seus assistindo ao telejornal, para serem exibidos no mesmo, durante aquela semana comemorativa.

Um pouco mais sobre o ‘Jornal do Almoço’

O ‘queridinho’ dos gaúchos na hora do almoço, pertencente à emissora do grupo de Duda Melzer, foi ao ar, pela primeira vez, há quase cinco décadas atrás, no ano de 1972. Sempre pela emissora pertencente ao Grupo RBS, do qual Duda Melzer herdou a presidência, além de já ser o fundador e chairman da e.Bricks Digital.

Desde lá, sua equipe vem procurando sempre seguir a meta declarada de levarem “informação de qualidade e conteúdo relevante” para os telespectadores, em suas casas. E ao que parece, o “JA”, como é costumeiramente chamado, continua sendo a escolha da maior parte do público, nesse horário, para manter-se informado. Segundo Cezar Freitas, que da RBS TV é o diretor de Jornalismo, a referida preferência se dá devido a uma proximidade existente entre o telejornal em questão e a sociedade, o povo.

Freitas ainda conclui com a comparação do JA com a praça pública, no sentido de que, por meio dele, os gaúchos não só se reúnem, como também discutem os problemas em comum. Ele ainda prevê um futuro para o telejornal de maior conexão com o público, propiciando assim um espaço melhor para a discussão, sem que deixe de ser humano e antenado à cultura gaúcha e suas mudanças constantes.

Taxistas não poderão mais conversar com passageiro em cidade japonesa

Resultado de imagem para Taxistas não poderão mais conversar com passageiro em cidade japonesa

 

A fama de reservados e tradicionalistas parece se concretizar no Japão, ainda mais com a nova proibição de uma empresa de táxi que proibi o taxista de conversar com o passageiro. Nenhum assunto é permitido, nada sobre o clima, nada sobre esportes, e nada sobre os últimos acontecimentos na política. Isso já está valendo para os passageiros e taxistas da cidade de Kyoto, no Japão. O responsável por esse decreto é a empresa Miyako Taxi, que resolveu testar uma espécie de serviço diferente onde os motoristas recebem a orientação de ficarem totalmente quietos durante o trajeto. O serviço chamado de “Silent Taxis”, promete dar maior tranquilidade nas viagens para o passageiro.

A intenção da empresa não é assim tão ruim quanto parece. Os criadores do serviço acreditam que muitos passageiros gostem de seguir uma viagem tranquila, sem ter que ficar conversando educadamente de forma indesejada. Porém, eles não foram assim tão radicais. Eles permitem que os motoristas cumprimentem os passageiros educadamente, e que comentem sobre a rota desejada pelo passageiro, bem como o destino da viagem. O motorista e o passageiro ainda poderão se comunicar em casos de emergência.

Para evitar que desavisados sejam incomodados com perguntas ou comentários impertinentes do motorista, a empresa fixou um aviso em cada carro atrás do banco do motorista. A medida estabelecida pela empresa não proibi o passageiro de conversar com o motorista. Os passageiros que quiserem, poderão conversar normalmente com o motorista, que irá responder normalmente. Apenas os motoristas estão proibidos de puxarem conversa com os passageiros.

A empresa se pronunciou oficialmente dizendo que a proibição é apenas para garantir que os passageiros possam viajar sem serem incomodados. Eles afirmam que querem o melhor para os passageiros, e que estão pensando em cada pequeno detalhe para manter o conforto das viagens. Ao todo, a empresa possui 354 carros circulando pela cidade de Kyoto, e desse total, apenas 10 circulam com o aviso de silêncio. O serviço ainda é novidade na cidade, mas a empresa garante que irá expandir o serviço para outras regiões.

Outra peculiaridade de serviços oferecidos na cidade de Kyoto, é a corrida especializada. Esse é um serviço que parece estar expandindo cada vez mais na cidade japonesa. Além disso, a cidade adotou um serviço próprio que conduz mulheres grávidas que estão prestes a dar a luz até o hospital. A dinâmica desses serviços são semelhantes ao serviço mundialmente conhecido, o Uber. O serviço da cidade japonesa, no entanto, é operado pela empresa Furusato Kotsu, especializada em táxi. O veículo próprio para as grávidas, contam com um kit de emergência para grávidas, que inclui artefatos como toalhas e reservas de água, caso a criança venha a nascer antes de chegar ao hospital.

 

Veja também os melhores e os piores motoristas de táxis do mundo.

 

Pílula do dia seguinte não é indicada para mulheres acima do peso 

Resultado de imagem para Pílula do dia seguinte não é indicada para mulheres acima do peso 

Utilizada em situações de emergência, a pílula do dia seguinte, também conhecida como PDS, pode não funcionar se a mulher estiver acima do peso. Um grupo de cientistas da “Universidade Royal College of Obstetricians and Gynaecologist, e da FSRH – Faculdade de Saúde Sexual e Reprodutiva”, descobriu que a pílula do dia seguinte, apresenta alguns erros no funcionamento no caso de mulheres mais gordinhas.

As análises feitas pelas universidades, apontaram que a PDS é facilmente diluída pelo corpo, e no caso de mulheres com mais de 70 kg, ou com o IMC (Índice de Massa Corporal) maior que 26, ela se torna pouco eficaz. O anúncio feito após a pesquisa, afirmou que os médicos devem explicar melhor os efeitos, os riscos e a utilização correta da pílula. Os cientistas ainda relatam que as pessoas devem optar por métodos contraceptivos com menos efeitos colaterais, como a própria camisinha que além de prevenir a gravidez, também previne doenças sexualmente transmissíveis.

A dúvida sobre a ineficácia da PDS em relação ao peso da paciente já era comentada antes mesmo do estudo ser realizado. No entanto, os dados apontam uma preocupação maior para as britânicas, pois metade delas estão acima do peso indicado como segura para utilizar a PDS. Nesse caso, elas terão um método a menos para se prevenir de uma gravidez, o que também anula os riscos ocasionados pelo consumo da PDS, que deve ser feito somente em caso emergencial.

Atualmente a PDS tem sido utilizada comumente pelas mulheres brasileiras, o que representa um grande risco à saúde. Um último levantamento feito pela OMS – Organização Mundial da Saúde, revelou que 22,7% das mulheres que utilizam a PDS no Brasil, estão acima do peso. Esse dado revela uma maior vulnerabilidade na prevenção da gravidez. O impacto disso pode significar 23 milhões de brasileiras grávidas por falha no método contraceptivo. Portanto, a PDS é desaconselhada para pessoas acima do peso, e no geral, deve ser substituída por métodos mais seguros como a camisinha.

A pílula do dia seguinte tem eficácia melhor para mulheres dentro do peso ou IMC estabelecido pelos especialistas, e se for ingerida logo após a relação desprotegida. Os especialistas ainda alertam que a pílula deve ser tomada em último caso, pois ela atua no bloqueio da ovulação, fazendo a descamação do endométrio e dando origem à menstruação. Esse efeito pode trazer graves riscos à saúde, se for feito periodicamente, podendo até causar a infertilidade. Para se ter ideia, o uso da pílula deve ser feito apenas uma vez ao ano, por causa de seu efeito abortivo. No entanto, o que se vê atualmente é cada vez mais mulheres utilizando a PDS, ou a pílula do plano B para evitar a gravidez indesejada.

Alexandre Gama se mostra um entusiasta ao encarar novos desafios

Consolidar-se no mercado econômico é um dos principais objetivos que uma empresa tenta alcançar. Para que isso aconteça, estratégias diferenciadas são traçadas ao longo dos anos.

No entanto, para que um grupo de determinado seguimento empresarial se mantenha à frente dos demais concorrentes, terá que enfrentar desafios redobrados.

Em algumas ocasiões, o apoio de outras lideranças de mercado, pode se transformar num importante aliado para quem está ininterruptamente em busca do aprimoramento e expansão dos negócios.

E é com base nesse entendimento que o LIDE, organização que engloba grandes grupos empresariais de diversos setores, nacionais e também internacionais, vem atuando a mais de uma década no mercado econômico brasileiro.

Mas, assim como toda grande organização que se preze, o LIDE está sempre atento às causas relacionadas ao bem social. Em vista disso, vem apoiando e incentivando projetos de relevância social.

Como se trata de uma organização de esfera particular, a questão financeira quase sempre aparece como primordial. Desse modo, em favor desse e de outros interesses, a organização procura estar sempre a par das novidades que surgem no setor comercial.

Tendo em vista tal questão, o LIDE Santa Catarina, periodicamente, promove eventos e encontros, nos quais um ilustre convidado de alguma área profissional é convidado a expor e debater seus conhecimentos entre os membros da organização.

Foi o que aconteceu no evento do LIDE Santa Catarina. Na ocasião, o comando do almoço-debate ficou por conta de Alexandre Gama.

Abrindo a temporada de encontros de 2017 dos maiores empresários do estado de Santa Catarina, Alexandre Gama debateu a questão das vantagens e benefícios do uso das novas tecnologias no setor empresarial.

Premiadíssimo profissional da área publicitária, Alexandre Gama é um publicitário que já encarou grandes desafios na carreira. Um desses grandes momentos foi em 1999, quando deixou a direção da reconhecida Young & Rubicam, para abrir as portas da sua própria agência publicitária, a Neogama.

Rapidamente, a Neogama se firmou no mercado da publicidade e propaganda, vindo a ser a primeira agência brasileira a fazer parte dos celebrados premiados do Festival de Cannes.

Em 2002, Alexandre Gama associou a Neogama à agência inglesa BBH, passando a atuar como Neogama/BHH. E como principal nome da empresa, assumiu a função de Global Chief Creative Officer.

A união entre as duas agências foi bastante positiva, pois já no ano seguinte, a Neogama/BBH conseguiu ser eleita como a melhor agência do ano, segundo o jornal Meio e Mensagem. Ainda no mesmo ano, foi agraciada com o Prêmio Caboré, como melhor agência de publicidade.

Para fechar 2003 com maior êxito, a Neogama/BBH teve a honra de conquistar duas das mais disputadas premiações de publicidade do Festival de Cannes, o Leão de Ouro de melhor filme e o de melhor mídia impressa.

Após dez anos de Neogama/BHH, a agência passou a fazer parte da Publicis Groupe. Foram quatro anos de fusão, até que em 2016, Alexandre Gama desfez a união com a BHH e voltou a comandar apenas a Neogama, sua agência inicial.

Pesquisa aponta que maconha pode causar AVC e insuficiência cardíaca

Resultado de imagem para Pesquisa aponta que maconha pode causar AVC e insuficiência cardíaca

Uma investigação realizada pelo Centro Médico Einstein, localizado nos Estados Unidos, revelou que usuários de maconha têm 26% a mais de risco em ter um AVC e 10% a mais em sofrer de insuficiência cardíaca, comparado a adultos que não fazem o uso da droga. Os dados revelam que a droga, tão discutida por ser extraída de uma planta, oferece riscos altos para a saúde, assim como todas as outras drogas.

A pesquisa foi desenvolvida com dados coletados de mais de 20 milhões de pacientes que passaram em diversos hospitais americanos. Cerca de 1,5% (316 mil) dos pacientes que sofreram AVC ou insuficiência cardíaca, usaram a erva antes de irem para o hospital. Os dados não falam sobre a quantidade usada, nem a forma com que a erva foi consumida. Também não houve nenhum dado sobre a frequência com que os pacientes usavam a maconha, simplesmente foi constatado a ligação entre as duas doenças e a erva.

Aditi Kalla, médico cardiologista e líder da pesquisa, revelou em entrevista: “Assim como em todas as outras drogas, sejam elas prescritas ou não, nós queremos saber os efeitos colaterais da maconha”. Ele concluiu dizendo: “É importante que os médicos conheçam esses efeitos para educarmos melhor as pessoas”, segundo o cardiologista, esses efeitos ocasionados pela maconha devem ser revistos antes de legalizar uma droga que apresenta riscos como outras drogas ilícitas. O uso em massa da maconha poderá expressar em problemas de saúde pública, já que o consumo da droga representa um alto risco para problemas graves na saúde.

O cardiologista ainda relatou que essa ocorrência, pode ser explicada pelo fato de que a droga pode afetar os receptores das células do coração, por isso aumenta significativamente o risco do usuário ter um AVC ou uma insuficiência cardíaca. Segundo Aditi, essas células são fundamentais para o funcionamento do coração, como o simples fato do movimento de contração, sendo assim, qualquer alteração, como o consumo da maconha, pode fazer com que o órgão para de funcionar.

A pesquisa ainda não está completa, por isso, alguns especialistas e apoiadores da legalização afirmam que o estudo não passa de especulação. Para concluir o estudo, os pesquisadores continuaram a analisar novos dados sobre o consumo da droga e realizarão novos testes para saber sobre as consequências do uso da maconha. O fato é que, embora a maconha seja uma erva que está sendo usada até mesmo na medicina moderna, o consumo dela apenas para efeitos alucinógenos pode implicar em uma série de riscos a saúde. Os principais problemas são: problemas respiratórios, doenças no pulmão, câncer pela inalação de fumaça, diminuição de neurônios e neurotransmissores, e agora uma possível ligação entre o consumo da droga com o AVC e com a insuficiência cardíaca.

 

Senado paraguaio é incendiado após aprovação de reeleição presidencial

Durante a noite de sexta-feira 31 de março, milhares de cidadãos saíram às ruas de Assunção, capital paraguaia em protesto contra a aprovação da emenda constitucional que visa favorecer a reeleição presidencial, ocasionando a instalação de uma grande crise política no Paraguai. A tentativa de aprovação da emenda foi denunciada pelo Partido Liberal como “golpe parlamentar” e acusam o parlamento de atender aos interesses escusos tanto do Partido Colorado, de orientação conservadora, quanto da Frente Guasu, de esquerda, visto que ambos foram favorecidos com a manobra legislativa.

Na ocasião, os manifestantes invadiram e atearam fogo no prédio do Congresso Nacional. Houve confronto entre civis e policiais, o que resultou em cerca de 200 detenções, centenas de feridos e a morte de um jovem de 25 anos atingido por uma bala de borracha em um dos olhos. Houve registro de confrontos também na Cidade do Leste, na região da tríplice fronteira. A polícia conteve os manifestantes por meio do uso de tropas de choque, cavalaria, canhões d’água, gás lacrimogênio e bolas de borracha.

Nesta terça-feira (28), com o prédio do Senado sob cerco militar, um grupo de senadores propôs mudanças no regimento interno da Casa com o objetivo de encaminhar uma proposta de emenda da Constituição possibilitasse a reeleição do presidente da república. A proposta foi aprovada numa sessão convocada de surpresa e as portas fechadas sem a participação do presidente da Câmara, Roberto Acevedo, segundo informa o portal El País deste sábado (1).

Segundo consta no artigo 229 da Constituição paraguaia de 1992, os cargos de presidente e vice-presidente são “improrrogáveis” e os ocupantes não podem ser reeleitos em nenhum caso. Em oposição ao atual governo, o Partido Liberal considera a manobra inconstitucional e que fragiliza as instituições democráticas do país.

Esta manobra parlamentar favorecerá o atual presidente Horácio Cartes do Partido Colorado, que venceu as eleições no ano de 2013, disputando contra Efraín Alegre do Partido Liberal Radical Autêntico, de centro-esquerda. De orientação conservadora, atual presidente é um dos homens mais rico do país. Além de Cartes, a manobra favoreceu seus opositores de esquerda representados pela Frente Guasu que apoia a volta do ex-presidente Fernando Lugo.

Atualmente senador, Fernando Lugo sofreu impeachment em 2012, acusado de “mau desempenho” de suas funções. Em pesquisa divulgada em agosto de 2016 pelo jornal paraguaio “Última Hora” sobre as eleições de abril de 2018, Lugo obteve 50% das intenções de voto diante dos demais possíveis concorrentes, segundo o portal da BBC Brasil em matéria de 14 outubro de 2016.

Queda do preço do marfim pode ser a salvação para os elefantes 

Image result for elefantes

A organização Save the Elephants, publicou recentemente que o preço do marfim caiu nos últimos meses, comparado ao ano passado no mesmo período. Além disso, a procura dos consumidores pelo marfim no comércio legal do país, também teve uma queda considerável. Porém, o material que é extraído brutalmente dos elefantes, ainda é vendido em grande escala no comércio ilegal. Os ativistas avaliam se a queda no preço poderá salvar os elefantes.

A publicação revelou que o preço teve uma queda de 60%. O preço mais alto alcançado foi em 2014, quando um quilo de marfim vendido na China passou a valer US$ 2.100, o mesmo que aproximadamente R$ 6.580. Atualmente o marfim é vendido por US$ 730, aproximadamente R$ 2.280. Esses dados foram revelados por Esmond Martin e pela Lucy Vigne, ativistas do Save the Elephantes e especialistas sobre o comércio do marfim. Martin revelou em uma entrevista: “É uma boa notícia, mas a caça furtiva continua”.

A China aparece em primeiro lugar como o maior consumidor mundial e o maior contrabandistas de marfim. Por isso, a China foi apontada como a maior responsável pela morte cruel de milhares de elefantes na África. Na última década, o país foi responsável pela maior parte da caça furtiva de elefantes.

Em todo o continente africano, são encontrados atualmente apenas 415 mil elefantes, o que equivale a 111 mil elefantes mortos só na última década. Um dado da IUCN – União Internacional para a Conservação da Natureza, revelou que 30 mil elefantes morrem todos os anos por causa da extração ilegal do marfim.

O maior consumidor dessa matéria-prima são os colecionadores que comprar objetos talhados em marfim. A utilização do marfim fica por conta dos artesãos que produzem os objetos para colecionadores. Todo esse processo acontece no contrabando, pois a venda e a utilização do marfim é proibida em qualquer continente.

No entanto, mesmo com toda a proibição, o marfim ainda é vendido nos comércios legais como um troféu pela morte de um animal tão inocente. A boa notícia é que a quantidade de marfim vendida pelas lojas autorizadas, também diminuiu bastante. A queda das vendas do marfim no maior mercado do mundo, reflete em uma queda no mundo todo e consequentemente, um sinal de esperança para esses animais.

Os investigadores avaliam que as principais causas da diminuição do preço do marfim seja, a luta chinesa contra a corrupção, a desaceleração do crescimento econômico do país, e finalmente a conscientização dos consumidores de que o uso do marfim representa uma crueldade enorme contra a vida dos elefantes. O governo chinês alegou que, embora a comercialização seja proibida, os chineses terão a proibição declarada no final de 2017, enquanto isso, os chineses irão matar milhares de elefantes. A verdade é que nenhuma proibição vai acabar com essa matança, pois existe o comércio ilegal. A única esperança para os elefantes é a população mundial parar de comprar o marfim.

Cientistas descobriram que gatos gostam mais de humanos do que de comida   

Aquela velha história de que os gatos são insociáveis ou que não dão a mínima para os donos foi quebrada após um novo estudo realizado pela Universidade de Oregon, que comprovou cientificamente que os gatos gostam mais de seus donos do que da própria comida. O estudo mostrou que os gatos adoram estar perto dos humanos muito mais do que os próprios pesquisadores imaginavam.

Para chegar a essa conclusão definitiva sobre os bichanos, os pesquisadores tiveram que analisar 50 gatos, de diferentes lugares, e isolarem eles de tudo por um tempo. Os felinos passaram algumas horas totalmente longe do contato humano, e longe de qualquer estímulo, gustativo, olfativo, auditivo ou visual.

Depois desse processo de isolamento que durou algumas horas, os pesquisadores colocaram os animais em uma espécie de sala que era dividida em quatro quadrantes, cada um dos quadrantes continha algo para atrair os bichanos. Em um dos quadrantes, havia um brinquedo de determinado gato, em outro, um pedaço de pano com o cheiro preferido do bichano, no terceiro quadrante os pesquisadores colocaram comida, e no último quadrante havia um humano sentado.

Os resultados mostraram que 50% dos animais procuraram primeiramente a pessoa que estava sentada. Apenas 37% dos felinos partiram em direção à comida. Os cientistas ainda revelaram que esse comportamento foi observado tanto nos animais domésticos quanto nos que viviam em abrigos, os dois tipos de felinos preferiram ter o contato humano do que ir comer a comida.

Mais um dado curioso que os pesquisadores conseguiram absorver do estudo que eles fizeram, é que os gatos têm preferências pelo tipo de comida e pelo tipo de brinquedo. Dentre as opções de comida, os gatos preferiam comer peixe do que comer carne, e sobre os brinquedos, os felinos ficaram mais interessados pelos que se mexiam sozinhos do que aqueles que ficavam parados.

Os pesquisadores afirmaram que esse estudo é muito importante para que as pessoas possam entender mais sobre os felinos, e assim acabar com aquele mito de que os gatos não gostam dos humanos. Ainda poderá auxiliar para novas estratégias de adestramento para gatos e para a criação de ambientes que sejam mais amigáveis aos gostos dos bichanos.

Um pesquisador que participou do estudo revelou: “A crença de que gatos não são muito sociáveis ou possíveis de treinar é bem comum. Mas essa falta de conexão talvez seja, em parte, pela falta de conhecimento sobre que tipo de estímulo esses animais preferem, e o que é mais impactante, quando se pensa em motivá-los”. O pesquisador afirmou que esse entendimento dos gostos dos felinos é crucial para adestrá-los.

Por fim, a grande conclusão é que os gatos adoram o contato que tem com os humanos, até mais do que de comer. Isso mostra o quanto os animais são inteligentes e afáveis, todos eles possuem uma maneira diferente de sentir e demonstrar afeto.

 

Veja mais sobre o comportamento dos gatos.

A Heads de Claudio Loureiro e Unimed Curitiba antecipam arrecadação de agasalhos

Para conseguir evitar que a população carente de Curitiba sofra com o frio do inverno, a Unimed Curitiba resolveu antecipar para o verão a sua tradicional arrecadação de roupas. O fato é que o frio normalmente já começa no verão, e é por esse motivo que essa antecipação foi realizada. A Heads Propaganda, do empresário Claudio Loureiro, é a agência encarregada pela campanha do agasalho de 2017 da Unimed Curitiba.

Com o objetivo de proteger a população carente do frio, a campanha publicitária da agência de Claudio Loureiro, criou o movimento “Doe no Verão”. Para isso, a Heads trabalhou com o contraste do verão e inverno no layout dos materiais utilizados neste trabalho. A campanha será veiculada até o dia 28 de abril, e poderá ser vista nas dependências físicas da Unimed Curitiba, nos postos de coleta disponíveis na rede Droga Raia, e através das redes sociais.

Sobre a campanha de antecipação das doações de roupas, a diretora da Heads de Claudio Loureiro em Curitiba, Silvia Rohrig, afirma: “As doações de agasalhos normalmente iniciam em maio e o frio acaba começando antes que essas roupas possam chegar até os que precisam. A Unimed Curitiba foi muito parceira em acreditar na nossa ideia de antecipar essa ação e conseguimos traduzir isso através da campanha para sensibilizar os curitibanos da importância de começar a doar já”. Dessa forma, a ideia da agência Heads Propaganda pode ajudar a Unimed Curitiba nesta iniciativa que auxilia um grande número de pessoas.

De acordo com o Portal Brasil, baixas temperaturas exigem cuidados especiais em relação à saúde. As doenças respiratórias como resfriados, gripes, e pneumonias, afetam a população principalmente no inverno. Segundo o médico Waldo Mattos, do Grupo Hospitalar Conceição, o frio pode intensificar diversas doenças respiratórias. A gripe, por exemplo, por ser mais agressiva na população infantil, nos idosos, e em pessoas com baixa imunidade, precisa ser evitada ou tratada com muito cuidado.

A Heads Propaganda do empresário Claudio Loureiro atua a 27 anos no mercado publicitário brasileiro, possui escritórios em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. De acordo com um levantamento feito pela consultoria Deloitte, a Heads, durante os últimos dois anos, é a agência do setor publicitário que mais cresce no país. Além disso, segundo o Great Place to Work, nos últimos cinco anos, a agência foi eleita como uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Em 2015, a agência de Claudio Loureiro foi a primeira empresa do setor a se comprometer com a causa feminina na América Latina, através do estudo publicitário “TODXS POR ELAS”, feito em conjunto com a ONU Mulheres no Brasil.

Se você for morador da cidade de Curitiba, e quiser fazer a doação de agasalhos, se dirija aos seguintes pontos de coleta disponibilizados nas farmácias da rede Droga Raia:

Droga Raia Jardim Social I – Rua Augusto Stresser, 1.379

Droga Raia Jardim Social II – Av. N. Sra. da Luz, 2.401, 2.413, 2.427

Droga Raia Bacacheri – Rua Canadá, 293 – 305.