Neurocientista Jorge Moll escreve artigo sobre a integração da tecnologia no setor de saúde

A inovação tecnológica em conjunto com melhorias no setor da saúde é uma tendência que vem crescendo a cada ano em esfera mundial. Um exemplo disso, é o fato de que, nos dias de hoje, é praticamente impossível listar os avanços da medicina sem citar as vantagens proporcionadas pela tecnologia, reporta o neurocientista Jorge Moll, que também é o presidente do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR).

Em um artigo elaborado pelo neurocientista sobre esse tema, ele destacou que nos Estados Unidos, especialmente na região conhecida como Vale do Silício, na Califórnia, os avanços da tecnologia digital estão impactando diretamente no setor da saúde. Acerca desse tema, o Dr. Albert Chan, que faz parte da Sutter Health, uma das maiores redes de assistência médica norte-americanas, veio ao Brasil há algum tempo para abordar a importância desse assunto.

Segundo ele, a Sutter Health tem tentado inserir constantemente o uso de tecnologias cada vez mais modernas para melhorar os tratamentos e o atendimento oferecido aos seus pacientes. Enquanto esteve no Brasil, o Dr. Chan também debateu as grandes tendências do momento na área da saúde, com destaque para como a tecnologia pode auxiliar na tarefa de deixar os pacientes mais confortáveis e acolhidos, destaca Jorge Moll.

Ainda em seu artigo, Jorge Moll lista o conjunto de benefícios que a tecnologia aliada a medicina podem trazer ao dia a dia dos pacientes. Em uma consulta de rotina, por exemplo, o avanço tecnológico possibilita que os médicos resgatem e analisem facilmente todos os dados e informações de seu paciente através de um simples comando de voz feita com o auxílio do Google Glass, o óculos inteligente do Google.

Com isso, é possível estabelecer uma interação muito mais humanizada e eficaz entre os médicos e os seus pacientes, além de permitir que os profissionais da saúde direcionem seu foco exclusivamente ao paciente, sem a necessidade de perder tempo consultando diversos arquivos e prontuários. Nesse novo método de consulta moderno, as informações analisadas pelos médicos ainda podem ser revisadas com mais precisão pelo especialista, o que melhora a produtividade e a eficiência de todo esse processo.

Outra questão importante citada por Jorge Moll é em relação aos tablets e smartphones, que também tem exercido um papel determinante nas inovações da área médica. Isso acontece principalmente através do uso de aplicativos em que os pacientes conseguem acessar facilmente os seus históricos e ainda marcar as próximas consultas, tudo isso sem precisar gastar tempo ligando para os consultórios.

Essas iniciativas estão cada vez mais integradas ao presente e ao futuro da medicina moderna, e com isso, espera-se que o setor de saúde brasileiro, incluindo empreendedores, redes hospitalares, startups, investidores do ramo, instituições privadas e públicas, estejam aptos a colaborar de forma cada vez maior com iniciativas como essas, permitindo assim que o avanço da tecnologia alcance a área médica em todo o país. O neurocientista Jorge Moll reporta ainda que, para que isso aconteça, é fundamental apostar no poder das parcerias para a difusão contínua desse processo.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *