Governo da Austrália está retirando estrelas-do-mar da Grande Barreira de Corais

Uma grande quantidade de estrelas-do-mar da espécie chamada também de coroas-de-espinhos, estão se alimentando da Grande Barreira de Corais, que é considerada pela Unesco como Patrimônio Mundial. O governo do país já iniciou a retirada dos animais dos corais, já que essa espécie encontrada é a segunda maior estrela-do-mar existente no planeta, e que pode chegar a quase um metro de diâmetro.

Esses animais fazem a sua nutrição através dos corais, já que eles aproximam o seu estômago sobre os corais e utilizam suas enzimas digestivas para derreter os tecidos, sendo que o surto acontece quando o recife está se restabelecendo depois de dois anos seguidos, de que ele é atingido pelos corais.

Segundo Hugh Sweatman, pesquisador veterano do Instituto de Ciência Marinha da Austrália, a estrela-do-mar consome o equivalente ao seu tamanho corporal a cada noite, o que com o passar do tempo faz com que muitos corais desapareçam. Por isso é necessário que atitudes sejam tomadas e o governo está tentando resolver esse problema.

Essa situação acaba prejudicando muito o ecossistema e também o setor turístico, que sobrevive dos passeios realizados na região dos corais.

Essas enormes estrelas-do-mar apresentam uma quantidade tão elevada nessa região, que está sendo considerada uma verdadeira epidemia. Elas foram descobertas há um mês nos Recifes Swains, que ficam bem ao sul da  Grande Barreira de Corais.  Os cientistas que as encontraram fazem parte da Autoridade do Parque Marinho dos recifes de corais.

Os recifes mais distantes ficam em torno de duzentos quilômetros de distância da cidade turística de Yeppoon. Essa cidade também possui a pesca como outra atividade econômica e fica a cerca de quinhentos quilômetros da cidade de Brisbane, capital do estado de Queensland, ficando no extremo sul dos locais mais visitados pelos turistas da Grande Barreira de Corais, justamente onde estão centralizados os trabalhos para a retirada das estrelas-do-mar.

Fred Nucifora, diretor da Autoridade do Parque Marinho, declarou que já foram retiradas várias estrelas-do-mar no mês passado, que estavam nos Recifes Swains e que outra atividade como essa será feita durante esse mês. O local onde estão localizadas as estrelas-do-mar nos recifes são muito complicadas de serem acessadas, já que o local é muito desfavorável para os trabalhadores.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *